13 junho 2007

Patético

O Grêmio acabou de ser hoje tão ridículo quanto havia sido durante todos os jogos fora de casa na Libertadores. Seis derrotas e uma única e injusta vitória, sem ter jogado nada, contra o Cerro. Deu a lógica. O mais curioso é que o Boca foi o único adversário que não mereceu ganhar do Grêmio por essa diferença. Foi o único que não sufocou o Grêmio e só foi fazer gols em lances de bola parada. Aliás esse é outro problema crônico desse Grêmio que torna-se patético sempre que sai do Rio Grande do Sul. Para que fazer tantas faltas desnecessárias tendo uma defesa tão frágil?
No mais, a arbitragem foi péssima, marcando faltas que normalmente não são marcadas na Libertadores e não marcando impedimentos claros, como o do primeiro gol do Boca. Além disso, esse jogo desmancha alguns mitos: esse Boca é um timinho, o mais bunda-mole dos últimos anos, a torcida do Boca é legal e tal, mas não é nada do outro mundo e a Bomboneira é um chiqueiro. Já está mais do que na hora de pararmos (os gremistas) de alimentar essas lendas infundadas e de ter esse timeco e aquela pocilga como modelos. Outro mito que parece ter ruído é o da Imortalidade Tricolor. Mas isso, só saberemos ao certo daqui a uma semana, quando o Grêmio, não tenho dúvidas, ganhará do Boca e possivelmente por mais do que de um gol de diferença. Só que talvez isso não seja suficiente.

5 comentários:

Jens disse...

Em respeito a dor que deves estar sentindo não farei nenhuma observação jocosa sobre o jogo de ontem. Limito-me a informar que segui o conselho da ministra Marta Suplicy (acho que ainda dá um bom caldo): relaxei e gozei. Aaaaaaaaah!
(Hihihi).
Um abraço.

Rodrigo Cardia disse...

Teremos de fazer um milagre tão grandioso quanto o dos Aflitos. O que prova que nem tudo está perdido.
Quarta que vem, é lotar o Olímpico para empurrar o Grêmio a mais uma façanha!

Anônimo disse...

fala serio!!

zealfredo disse...

Não sei o que quiseste dizer com a torcida do Boca, mas as notícias que vêm de lá dizem que muitos torcedores do Boca foram covardes e selvagens com os torcedores gremistas que lá estiveram. Atitudes lastimáveis: agressões, depredações de ônibus, ...

Kayser disse...

Zé Alfredo, quando fiz um discreto elogio à torcida do Boca, referia-me apenas aos cantos, faixas, fogos, etc. É bonito, mas nada de tão fora do comum. Apenas isso. Quanto à violência, sem dúvida, é lamentável.