23 setembro 2007

Coisas insólitas

Tudo muito estranho nesse sábado, no Olímpico. Fui ao bar e encontrei um cachorro-quente com aparência de cachorro-quente. Desconfiado, optei por um pastel de queijo. Estranhamente, o pastel tinha queijo! E estava quentinho, feito na hora! Muito estranho...

Fui pegar uma cerveja e um cara na minha frente pediu uma Bohemia. Que ridículo, pensei eu. Onde esse cara pensa que está? Bohemia no Olímpico? Fala sério! Mas não é que tinha Bohemia mesmo? E gelada! Muito estranho...


Começa o segundo tempo e Marcel, que já tinha errado um gol de cabeça, na pequena área, que minha sogra, Dona Ecila, faria com os olhos vendados, chega atrasado em um cruzamento do Bustos. O zagueiro furou em bola, e como anti-artilheiro que se preze, ele estava contando com o acerto do zagueiro. Até aí, tudo normal. Só que uns minutos depois ele cavou uma falta na entrada da área. Pouco ângulo para o Bustos. O Tcheco nem se apresentou. Não dava para ter muita esperança. Pois não é que o Marcel, logo ele, com aquele pé murcho, meteu um canudo no cantinho do Fábio Costa? Gol do Grêmio, gol do Marcel! Tudo muito, muito estranho...

5 comentários:

Guillermo disse...

Boa, muito boa essa... :-)

Só não concordo com a parte da Bohemia. Já faz tempo que temos uma Bohemia geladinha no Monumental.

Que bom que o Marcel me calou (quer dizer... eu comemorei muito, também pelos gols perdidos por ele). Que ele faça muitos outros gols.

Abraço e DÁ-LHE GRÊMIO!!!

Kayser disse...

Só descobri a Bohemia no Olímpico nesse sábado. Valeu a correção, Gillermo! Abraço!

Rodrigo Cardia disse...

A charge tá ótima! Postei lá no Cão.
Eu achei o motivo de ter chovido tanto por aqui: porque o Marcel fez gol...
E falando em centroavante "nariz entupido" e em chuva, lembrei do Adriano Chuva. Aquele, não teve jeito de fazer gol!

Kayser disse...

Pois é, Rodrigo, não botaram o Chuva pra bater falta!

Jens disse...

Já em Minas não aconteceu nada de estranho: o Inter entregou o jogo no finalzinho.
Saco!