13 outubro 2007

Surpresas do Monumental

O Olímpico não pára de me surpreender. Depois do “entrevero”, do pastel de queijo, das cervejas Bohemia (e agora da Bohemia escura, o que aumentou consideravelmente o meu consumo), dos gols do Marcel (que se recuperou e errou dois agora há pouco), hoje tive mais duas surpresas. Na saída do Olímpico, um carrinho, tipo de pipoca, vendendo... croissants! Croissants em saída de estádio de futebol?!? Os caras vão falir, certamente... E, durante, o jogo, outra surpresa. Certamente eles já estavam lá, como as cervejas Bohemia, mas eu não havia me dado conta: meia dúzia de gatos pingados atrás do gol do Davi Gusmão, onde ficava a Geral do Grêmio, quando surgiu. Com duas faixas azuis, duas pretas e uma branca ao estilo argentino/uruguaio, como a Geral.

Não sei quem são. Podem ser remanescentes da Raça, da Jovem, da Garra ou das três juntas. Mas é muito curioso comparar aquele arremedo de Geral com a Geral propriamente dita. Na falta de outro nome melhor, e em oposição à Geral, a chamo de Específica do Grêmio.

p.s.: Vendo o Diego Souza patrolar a zaga do Goiás por duas ou três vezes, me dei conta: para os que não viram ao vivo, não é exatamente a mesma coisa, mas era isso o que o Renato fazia. O Diego é um sub-Portaluppi. Quase dá para matar a saudade. Joga muito o Diego!

3 comentários:

Rodrigo Cardia disse...

Aparentemente, são remanescentes da Raça, cantando inclusive as mesmas músicas que as organizadas SEMPRE cantaram (só faltou a "com muito orgulho do coração"). Êta, falta de criatividade...

Jorge Vieira disse...

E o gol do Pereira não seria, do mesmo modo, uma surpresa?

Kayser disse...

Sem dúvida, Jorge! Bem lembrado. O gol do Pereira é mais uma surpresa.